Tudo do turismo no Brasil e Mundo

Novo shopping de João Pessoa bate recorde de vendas na inauguração

03/12/2014

Inaugurado no último domingo, o Mangabeira Shopping iniciou as suas atividades batendo recordes. Em dias de abertura de lojas, as redes de varejo como Americanas, Magazine Luiza e Riachuelo registraram recorde nacional de vendas, com uma estimativa de faturamento de 5 a 3,5 vezes maior do que em inaugurações de outras lojas no País. A loja de sapatos Esposende registrou um crescimento de faturamento três vezes maior do que em outras inaugurações de suas lojas.

O resultado reflete o potencial de consumo do novo empreendimento comercial de João Pessoa, que tem um público estimado de cerca de 350 mil consumidores em potencial, segundo estudo de uma consultoria contratada pelo empresário Roberto Santiago. O estudo aponta que na área do entorno do Mangabeira Shopping residem mais de 350 mil pessoas, que inclui bairros como Bancários, Anatólia, Cidade Universitária, Mangabeira, José Américo até próximo ao Valentina de Figueiredo e Colinas do Sul. Desse total, mais de 60% levam até 6 meses para sair do bairro e ir ao Centro da cidade, o que reflete que a economia gira em torno dessas localidades.

Roberto Santiago afirmou que o Mangabeira Shopping não é concorrente do Manaira Shopping, e vice-versa. Isto é, um não irá tirar clientes do outro, muito pelo contrário, haverá uma concentração equilibrada. Na estimativa do empresário, menos de 5% dos clientes do Manaira poderão migrar para o Mangabeira, mas esse percentual não será sentido, porque o movimento de clientes do shopping na orla marítima tem um crescimento sustentável entre 10% a 15% ao ano, segundo Santiago.

O movimento de clientes do Manaira Shopping é estimado em 1,5 milhão, chegando a picos de 2 milhões ao mês. O empresário preferiu não estimar um público médio que frequentará o Mangabeira, mas se mostrou bastante otimista com a movimentação dos primeiros dias. O período de vendas de final de ano tem contribuído para a forte presença de pessoas, em especial, pelo apelo das promoções promovidas pelas lojas âncoras abertas no empreendimento comercial.

Estrutura
O Mangabeira Shopping foi inaugurado com a abertura de 90 de suas 187 lojas - 165 foram negociadas. Na Praça de Alimentação, das 14 lojas que estavam previstas para começar a funcionar, apenas 8 abriram no domingo, mas outras cinco tinham sido abertas desde ontem. Todas as 28 lojas previstas para atender ao público deverão estar em pleno funcionamento até o final de dezembro, início de janeiro de 2015. Segundo Santiago, a administração do shopping está negociando a ocupação das 22 lojas restantes, para fechar 100% a área de comércio.

Manaira vai crescer mais

Roberto Santiago revelou que o Manaira Shopping ainda passará por mais duas grandes ampliações, com projetos já aprovados e orçados, em 2017 e 2028. Em abril do próximo ano, confirmou o empresário, está prevista a inauguração de mais uma etapa de ampliação do empreendimento comercial, que contará com novas lojas, área de entretenimento e gastronomia. “Não iremos parar de investir no Manaira”, enfatizou Santiago. O shopping estará completando 26 anos em 2015.

Mudança socioeconômica
O investimento em um shopping center em Mangabeira foi um projeto que nasceu entre 2007/2009, segundo revelou Roberto Santiago. A partir do momento em que decidiu materializar o projeto, ele mesmo passou a percorrer diversas localidades do bairro em busca do local ideal. Da escolha do terreno, a negociação e a efetiva inauguração o empresário admite que perdeu muito tempo. Somente em relação ao atraso da inauguração foi decorrido um ano. O projeto custou R$ 500 mil.

Fazendo uma relação entre os dois empreendimentos, o empresário disse que são dois projetos completamente diferentes no aspecto urbano social. No Manaira, segundo ele, o shopping levou para o bairro os moradores, transformando uma área até então formada por casas em um cinturão de edifícios e lojas comerciais nas ruas no entorno do shopping. A cidade correu em direção ao Manaira, segundo avaliou o empresário, tanto que ele é conhecido como o ‘shopping da cidade’.

Já o Mangabeira tem uma peculiaridade diferente. A área já tinha boa parte dela habitada, no entanto, se percebe uma evolução sócio-econômica clara e óbvia, com a supervalorização de terrenos e casas que, na opinião de Santiago, darão lugar a mais prédios, em especial, na frente do shopping. Toda a fachada do empreendimento será ocupada por prédios, segundo prevê. Casas que valiam R$ 50 mil/R$ 150 mil, começaram a ser vendidas a R$ 300 mil/R$ 400 mil, ou mais.

O nível econômico das pessoas daquela área irá crescer, mas o empresário alertou que esse fenômeno já vem sendo sentido há alguns anos, fazendo referência ao Bancários, um bairro que tem apresentado um acelerado processo de crescimento, com o surgimento de uma série de equipamentos comerciais de médio e grande portes. De acordo com Santiago, esse processo está chegando próximo ao entorno do Mangabeira Shopping de forma bastante acelerado.

Fábio Cardoso -  Jornal Correio da Paraíba



 


Destinos

Festival do Turismo ver +

Próximos Eventos

Siga @fabioscardoso

    Redes Sociais

“Se queremos progredir, não devemos repetir a história, mas fazer uma história nova.”

Mahatma Gandhi