Tudo do turismo no Brasil e Mundo

Visto eletrônico deve injetar R$ 1,4 bilhão na economia do País

19/04/2017

A entrada no Brasil de turistas provenientes dos Estados Unidos, Canadá, Austrália e Japão será facilitada a partir do final de 2017. Isso porque todo o processo de solicitação de vistos, pagamento de taxas, análise, concessão e emissão poderá ser feito pela internet, com tempo previsto de 48 horas.

Essa facilitação, prevista no Plano Brasil + Turismo, lançado na semana passada pelo Ministério do Turismo, trará um grande incremento ao setor. Com a medida, a previsão é de que sejam injetados R$ 1,4 bilhão na economia do País em dois anos.

Para o presidente da Embratur, Vinicius Lummertz, a exigência de visto de entrada é a barreira mais importante ao crescimento do turismo estrangeiro em qualquer país.

“Hoje, o turismo representa cerca de 9% do PIB [Produto Interno Bruto] brasileiro. Números dos técnicos do WTTC (da sigla em inglês para Organização Mundial de Turismo e Viagens) indicam que, conforme vão diminuindo as restrições ao visto de entrada, os países podem apresentar um crescimento de 5% a 25% em arrecadação”, esclarece o executivo.

De acordo com a Organização Mundial do Turismo (OMT), a facilitação de viagens pode gerar um aumento de até 20% no fluxo entre os destinos.

Maiores emissores de turistas
A medida atinge primeiramente esses quatro países por serem estratégicos, quando se fala em número de emissores e gastos em viagens. Em 2016, 849 mil turistas dos Estados Unidos, Canadá, Austrália e Japão vieram ao Brasil – o que corresponde a 15% do total de 6,6 milhões de estrangeiros que estiveram no País no ano passado. Eles deixaram R$ 539 milhões na economia nacional.

Portal Brasil


Destinos

Festival do Turismo ver +

Próximos Eventos

Siga @fabioscardoso

    Redes Sociais

“Se queremos progredir, não devemos repetir a história, mas fazer uma história nova.”

Mahatma Gandhi