“Casa Do Julgamento®” junta ação social com debates

Na semana de estreia da “Casa do Julgamento” o público tem se emocionado e contribuído com ação social que já arrecadou aproximadamente a quantidade de dois mil itens de alimentos não perecíveis e de produtos de higiene pessoal. O espetáculo com o tema “Suicídio: há razões para viver” fica em cartaz até 15 de julho, no Centro de Convenções Cidade Viva, com intérprete de libras das 20h às 22h.

A montagem aborda o Bullying, Depressão, Abuso, Abandono, Baleia Azul e as causas apresentadas sem atenção devida do dia-a-dia. Segundo relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 804 mil pessoas se mataram no ano 2012 em todo o mundo – uma taxa de 11,4 para cada 100 mil habitantes. Isso significa um suicídio a cada 40 segundos.

Desde sua primeira edição em 2006, a “Casa Do Julgamento®”, vem abordando temas de relevância social buscando influenciar positivamente os que prestigiam o evento. Assistido por mais de 100 mil pessoas, a montagem reúne mais de 400 pessoas, fazendo parte do elenco e das áreas do marketing, produção, bilheteria, segurança e recepção.

Após 6 anos sendo realizado no Ginásio Ronaldão, o maior espetáculo de teatro interativo da Paraíba está de casa nova, com novo cenário e novos participantes. “São doze anos dirigindo a CASA, me sinto, como se fosse o novo ou primeiro espetáculo, vivenciando uma interação harmoniosa da Cia Abner com a Cidade Viva. Um monte de voluntários cheios de vontade de oferecer um grande espetáculo, mais envolvente, impactante e cheio de vida. Feliz demais.” Declara o diretor Aldo Galdino.

Os ingressos têm preço único no valor de R$ 15, além da doação para cada ingresso adquirido de 01 (um) quilo de alimento não perecível e + uma unidade de produto de higiene pessoal (sabonete, creme ou escova dental) que será revertido para as obras sociais da cidade viva em João Pessoa e no Sertão. As sessões começam a partir das 19h (de segunda a sexta), das 16h (aos sábados), até às 23h, podendo se estender enquanto tiver público.

A “Casa do Julgamento” 2017 tem classificação indicativa de 16 anos. A direção informa que os menores entre 12 e 16 anos poderão assistir ao espetáculo desde que estejam devidamente acompanhado pelos pais ou do responsável legal mediante autorização expressa destes.

As vendas online já estão disponíveis através do site https://www.sympla.com.br/casadojulgamento

Assessoria de Imprensa

Print Friendly, PDF & Email

Matérias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *